segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Uma nota curta

Li esta frase de Machado de Assis inserida no início de uma obra de Josué Montello. Achei-a genial, como tudo que brotava da pena de Machado de Assis.

Escreveu em Páginas Recolhidas:

"Ou lê o livro até o fim, ou fecha-o de uma vez; abri-lo e fechá-lo, fechá-lo e abri-lo, é mau, porque traz sempre a necessidade de reler o capítulo anterior para ligar o sentido, e livros relidos são livros eternos."
Nada mais verdadeiro!

2 comentários:

Cassab disse...

Existem livros eternos que são lidos, relidos e redescobridos...

Renato Bueloni Ferreira disse...

Livros relidos em momentos diversos da vida nos dizem coisas novas.