sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Cômico, se não fosse o nosso Judiciário.

Deu no Migalhas, um informativo jurídico que circula na internet, de hoje:

"O servidor do Judiciário estava dando uma olhada no resumo das novelas pela internet (tem gente que faz isso!), quando sem querer, ao invés de copiar o despacho do MM Juiz, fez cópia do resumo da novela global "O Profeta". Resultado, o resumo da novela foi parar no andamento do processo, para quem o consulta pela internet. Pode um negócio desses ?! É demais. Se o andamento dos processos já são, não raro, uma novela, esse acabou sendo, literalmente. O caso, difícil de acreditar, aconteceu num feito que tramita no JEC do Fórum Regional III - Jabaquara, SP. Não acredita, então veja abaixo."
http://www.migalhas.com.br/mostra_noticia.aspx?cod=35137

Depois dizem que a culpa da morosidade do Judiciário é só dos advogados...

Um comentário:

Fernanda disse...

Olá, Renato...

Realmente é algo trágico, só rindo mesmo! Li sobre esse caso hoje no jornal e confesso que tive que ler duas vezes, tamanho o absurdo...
Com tanta coisa acontecendo no país, tantos processos parados, uma funcionária, que é paga com nosso dinheiro, gasta seu tempo lendo sinopses de novelas!