quinta-feira, 7 de junho de 2007

Feriado em ritmo lento

O dia esplendoroso em São Paulo, com céu azul e sol agradável para o outono, não me tiraram a vontade de ficar na toca. Optei por uma saída curta na parte da manhã e passei o dia lendo, sentado na varanda, observando aquelas situações que não combinam com a cidade grande. Tenho o privilégio de ter uma vista razoável da minha varanda, pois resido em andar alto e com isto debruço-me sobre boa parte do bairro do Morumbi, repleto de casas e muitas árvores.

Na cidade, sem o trânsito e sem a confusão usual, graças ao êxodo dos paulistanos, é possível ouvir o canto dos pássaros e até os passos de um cavalo magro puxando uma charrete. Coisa de cidade de interior, coisa de uma tarde pacata e preguiçosa, convidativa à leitura e à reflexão. Algo apropriado para se fazer num feriado religioso. Não se trata de preguiça, mas de aproveitar a casa, local onde ficamos tão pouco tempo acordados, pois boa parte do dia estamos fora trabalhando e outra parte dormindo.

Este clima de outono parece convidar ao recolhimento caseiro. Principalmente nos finais de tarde, quando o friozinho vem chegando com o cair da noite.

4 comentários:

Edna Federico disse...

Hum, adoraria também ter ficado em casa, mas compromissos familiares me esperavam....valeu a pena pela feijoada da sogra, riso...ai, engordei uns 10 Kg!!!

Simone disse...

olha que legal...levei meu filho ao parque severo gomes e estava cheio de bem-te-vis (é assim o plural?). Eu falava pra ele "chama bem-te-vi que ele responde". Ele ficou encantado com o bem-te-vi "respondendo". Uma delícia.

Renato Bueloni Ferreira disse...

Simone,
Gosto muito de ir ao Bosque do Morumbi que tem patos, peixes e uns saguis tb. Ótimo para ir com as crinças já que os brinquedos estão reformados.

Simone disse...

ainda não conheço este. Vou procurar. Ultimamente, estou descobrindo lugares aqui que eu não conhecia. obrigada pela dica