terça-feira, 28 de setembro de 2010

Bola de cristal eleitoral

Os eleitores de São Paulo, quero crer que por ingenuidade ou traquinagem, mas penso ser por burrice e ignorância, devem eleger Tiririca para Deputado Federal. Tudo indica que ele será um dos 5 candidatos mais votados. Assim como Enéas e Clodovil foram grandes puxadores de foto, Tiririca é um candidato fabricado em laboratório – assim como Dilma Roussef – e serve para tentar eleger alguns candidatos que não se (re) elegeriam, como Valdemar Costa Neto e José Genoíno. Torço para estar errado, mas minha bola de cristal, em temporada eleitoral, não costuma falhar.


O problema central é que o suposto voto de protesto em Tiririca nada mais é do que um voto em favor de pessoas que não tem escrúpulo com o uso do dinheiro público, não tem compromisso com o eleitor e sequer sabem o que é uma Constituição. São manipuláveis, venais e sem qualquer convicção política. Este tipo de candidato – há vários assim – não contribui para a melhoria do país e não valoriza a ética na política.


Há algum tempo este blog profetizou que Protógenes Queiroz, o ex-delegado da Polícia Federal responsável pela Operação Satiagraha que prendeu Daniel Dantas e outros, sairia candidato a Deputado Federal. Dito e feito. A vidência do blog funcionou, está lá no útlimo parágrafo deste post de 2 anos atrás. Acho que ele não se elege, mas é candidato pelo mesmo partido do Netinho de Paula (PC do B) e daí você, meu caro leitor, já pode tirar suas conclusões sobre a seriedade do partido.


Na mesma toada, e falando de Netinho de Paula, ele deve ser eleito Senador e pode deixar Marta Suplicy de fora. A esperança de alguns é que Aloysio Nunes consiga fazer uma boa atropelada na reta final e desbancar Marta. Os petistas estão assustados com a subida de Netinho de Paula e de Aloysio Nunes.


Se Netinho de Paula e Marta Suplicy forem eleitos, teremos 3 senadores representando São Paulo que poderiam nos finais de semana interpretar uma peça de Nelson Rodrigues. Eduardo Suplicy, ex-marido de Marta, tem mais 4 anos de mandato e completa o trio.

Os três são personagens rodriguianos. Marta é madame da sociedade que diz defender os pobres e oprimidos, uma feminista convicta e que faz dupla de chapa com um pagodeiro que tem em seu passado um histórico de agressões a mulheres – e repórteres. Eduardo Suplicy apenas assiste a tudo e se encanta pela Mulher Pera, sugerindo o voto nela. Tudo beira o surreal, mas daria uma excelente trama no melhor estilo do universo rodriguiano.

2 comentários:

Sabrina Monteiro disse...

Realmente votar no Tiririca é algo q eu não consigo entender.. como você mesmo disse, ele não contribui em nada para o crescimento do nosso País, e isso é o oposto de Marta Suplicy, uma vez q ela ja contribuiu muito para o crescimento e vai contribuir ainda mais agora como senadora. Ela é uma mulher q tem um passado, q tem uma história, q lutou por nós e q melhorou muitas coisas não só na cidade de são paulo, mais em diversas regiões e é por isso q ela merece nosso voto de confiança mais uma vez!

Renato Bueloni Ferreira disse...

Sabrina,

Obrigado pelo seu comentário, mas vou discordar de sua opnião e espero que volte para ler minha resposta.

Acho que Marta foi uma das piores prefeitas que São Paulo já teve. Só não foi pior que seu antecessor, o Pitta. Podemos colocar como exceção o CEU, mas foi só.
Alguns fatos na gestão Marta na Prefeitura:
1. implementação do IPTU progressivo com aumento de IPTU para todos;
2. cobrança da Taxa do Lixo e que foi declarada inconstitucional sem que a Prefeitura devolvesse os valores;
3. Reforma do mobiliário urbano sendo que a empresa contratada era do seu namorado, Luis Favre;
4. Construção superfaturada de 2 túneis, o da Rebouças e da Cidade Jardim;
5. Quando a cidade sofreu com enchentes, Marta estava em Paris comprando sapatos, bolsas e terninhos novos. A cidade ficou abandonada;
6. Criou um sistema de vans e microônibus que piorou o trânsito e a segurança dos passageiros.

Quando foi ministra, o país num caos aéreo, sua frase famosa: "Relaxa e goza". Uma atitude sem compromisso e comprometimento com o cargo.

Marta tentou se reeleger na Prefeitura, perdeu. Tentou o governo do Estado, perdeu. Nunca mais Marta será eleita para um cargo majoritário em SP.
Ela é incompetente e despreparada e não merece nosso voto. O meu voto ela nunca terá.