quarta-feira, 23 de abril de 2008

Salve Jorge



"Devotos no mundo inteiro comemoram no dia 23 de abril, o Dia de São Jorge, o santo padroeiro da Inglaterra, de Portugal, da Catalunha, dos soldados, dos escoteiros, e celebrado em canções populares de Caetano Veloso, Jorge Ben Jor e Fernanda Abreu. No oriente, São Jorge é venerado desde o século IV e recebeu o honroso título de "Grande Mártir"." (do site Paróquia São Jorge Mártir)


Não sou devoto de São Jorge, mas como hoje é feriado no Rio de Janeiro e recentemente um amigo disse que sou "um paulista com alma de carioca" - sabe-se lá o que isto quer dizer -, resolvi "pegar o gancho" e falar um pouco sobre esta data e sobre diferenças.


Recebi o comentário feito pelo meu amigo como um elogio, ainda que fosse uma provocação e que ainda exista uma certa rixa entre paulistas e cariocas. Sou um fã do Rio de Janeiro, de tudo que a cidade tem de bom, das pessoas, do clima, da paisagem maravilhosa. Gostaria muito de mudar-me para o Rio quando diminuir o ritmo de trabalho - ou quando abrirmos uma filial do escritório no Rio. Sou tachado de louco por muitos paulistas, mas não dou a mínima bola. Acho que existe sim muito preconceito. E isto inclui as críticas ouvidas ao feriado de hoje no Rio.


Todo lugar, não importa onde, tem seus pontos positivos e negativos. São Paulo tem um custo de vida alto, trânsito, poluição, mas tem um comércio vasto, excelentes restaurantes, uma vida cultural muito diversificada. O Rio tem lindas praias, um povo aberto e descontraído, excelentes restaurantes e vida cultural fértil, mas também tem problemas de violência, custo de vida alto, epidemia de dengue.


Cada lugar - como cada pessoa - tem suas virtudes e defeitos. Prefiro olhar as virtudes. Faço isto com qualquer lugar que visito a trabalho ou a passeio. Tempos atrás ia muito a Curitiba e aprendi a descobrir os seus encantos, apesar de ser uma cidade de clima frio, com um povo fechado.


Talvez, se pensar bem, só tenha conseguido descobrir - e entender - o Rio graças a uma carioca paciente e compreensiva, que soube desvendar a este paulista um pouco do Rio. Para quem confundia Leblon com Leme - cariocas podem rir da minha ignorância -, agora já estou ficando craque. Até os nomes das ruas eu sei!!


Acho que um paulista com alma carioca é um paulista que aprendeu a rir mais, a trocar um pouco da sisudez da cidade grande, a ser mais despojado, a sorrir para a vida e para os dias de sol, a cantar no carro para esquecer do trânsito, a ser mais ixperto e relaxado mermão!


* * * *
Agradeço aos cariocas que visitam este blog, e vocês são um número significativo de visitantes.

4 comentários:

Tamara disse...

Put's..fecho com vc...Sou uma baiana que mora em Sampa que ama o Rio....

Amo meRRRRRmo!!!

Salve Jorge!!!

Bjo!

Queijo disse...

curioso como o clima interfere no humor/comportamento das pessoas, como na comparação que vc fez. bjs

Edna Federico disse...

E salve São Jorge!
Acho Rio lindo, mas não moraria lá...nada contra, é que apesar de tudo, adoro o charme de São Paulo.
Beijo

Kátia Barros disse...

oi, eu sou uma carioca que adora esse bloguinho bjs Kátia