quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

São Paulo, Beleza Escondida

Amanhã São Paulo completa 453 de fundação. Sou um paulistano que adora a cidade. Cidade de muitos contrastes e de uma beleza escondida. Não acho a cidade feia, mas a beleza de São Paulo está nos detalhes. Só um olhar atento pode descobri-los.

Sou um paulistano que apesar do trânsito complicado, das calçadas esburacadas, das pixações, e outras coisas mais, adora morar em São Paulo. Não reclamo, me adapto. Uso o tempo no trânsito para refletir e aproveito o tempo para planejar, pensar no que vou escrever, ouço música....enfim, não me estresso com os congestionamentos. Mesmo com todos os transtornos, consigo ser pontual nos meus compromissos. E acho que os paulistanos estão mais educados ultimamente. Não se fecha mais cruzamento, não se buzina tanto, respeitam-se os assentos marcados no metrô para idosos e gestantes....

Sou um paulistano que adora andar na Av. Paulista e contemplar a evolução e o crescimento da cidade. Sou um paulistano que adora a diversidade de pessoas. Sou um paulistano típico, que não pensa em morar em outro lugar. Bem, talvez quando ficar mais velho fuja para o Rio. Não , não estou ficando louco, apesar de meus amigos não conseguirem compreender minha recente paixão pela Cidade Maravilhosa. Acho que consegui ver o Rio com o olhar da alma carioca. E a beleza do Rio salta aos olhos. Qualquer pessoa fica admirada com o trajeto do Santos Dumont até Ipanema, passando pelo Flamengo, Botafogo e Copacabana. Ou talvez, a simpatia carioca me conquistou. Mas, falo do Rio outra hora.

São Paulo também tem sua poesia, ainda que concreta. São Paulo tem museus fantásticos e cultura por todos os lados. Precisamos aproveitar, procurar, investigar. São Paulo tem uma beleza escondida pronta para ser descoberta e que agrada a todos os gostos.

O MASP, por exemplo, tem um acervo de primeira linha e a maioria dos paulistanos nunca foi ao MASP. O Museu do Ipiranga, com seus jardins reformados, merece uma visita. O Parque do Ibirapuera merece um passeio só pelo que representa para a cidade de São Paulo. O Jockey Clube de São Paulo é uma enorme área de lazer que poucas pessoas conhecem, e cuja entrada é gratuita.

Enfim, paulistanos, aproveitem o feriado para descobrir a cidade que nos abraça e não para fugir dela. Parabéns, São Paulo!

Um comentário:

Fernanda disse...

Tb sou uma paulistana que adora morar em São Paulo, apesar de todo trânsito, violência, poluição, ruas esburacadas e etc, etc...
Não sou uma apaixonada pelo Rio, assim como vc, apesar de meus pais morarem lá e eu ir muito. Aprecio a beleza natural que o Rio têm, é incontestável, mas acho que hoje em dia a violência e o medo turvam nossos olhos, não nos deixando desfrutar o prazer de olhar o mar, o Cristo e tudo o mais.
Acho que não conseguiria morar em outro lugar que não fosse aqui...talvez em Natal, que é magnífico. Olhando a beleza selvagem da dunas, vc tem certeza que Deus realmente colocou a mão lá! Ou então na Grécia...sempre senti que de alguma forma uma parte de mim pertence aquele lugar...um pôr-do-Sol em Santorini é algo que nunca mais se esquece!
Mas, esse comentário está virando um guia turístico...
Enfim, há muito lugares no mundo dignos de se apreciar e com certeza São Paulo é um deles.