segunda-feira, 28 de julho de 2008

Terra da Garoa?

Acostumei-me a ouvir São Paulo ser chamada de a Terra da Garoa. Os meses de inverno eram sempre temperados com uma garoa fina, intensa e fria que começava assim que escurecia. Noites garoenta, úmidas e muito mais frias. Inspirados nesta característica do clima, surgiu o famoso Demônios da Garoa, um conjunto musical paulista que faz sucesso há mais de 65 anos. Para quem não conhece - ou é muito jovem -, basta visitar o site do grupo.

Este post não é musical, mas climático. O inverno em São Paulo, e em toda a região Sudeste do Brasil, tem sido muito seco. Seco demais. Claro que sentimos menos frio e os dias têm sido plenamente ensolarados, mas com baixíssima umidade.

O clima mudou e não sei se a culpa é só do efeito estufa e do aquecimento global. Tenho uma leve impressão de que o crescimento desordenado da cidade contribuiu para esta secura. Faltam árvores, faltam áreas verdes e há muita impermeabilização, coisas que afetam a cidade e seu clima e elevam a temperatura.
Pelo visto, as noites garoentas e frias de julho vão ficar apenas na memória de quando era garoto. Os nevoeiros espessos desta época também se vão. Resta-nos acostumar com o novo clima, beber muita água e torcer para chover logo.

4 comentários:

Margarete disse...

Sinceramente, gostaria que você estives redondamente enganado, mas no fundo penso da mesma forma. A terra da garoa ficou no passado, infelizmente.
Estou odiando esse inverno seco e quente, olho, nariz e garganta irritados, é um saco.

Tâmara disse...

mEU, VOCE ACREDITA QUE FUI ME PARAR NO MEDICO...POR CAUSA DESSE INVERNO ESQUISITO...
SINTO FALTA DE UMIDADE!!!!
UMIDADE CADE VOCE?
RS

BEIJOS!!!

Edna Federico disse...

Nem me fale desse inverno louco!
Aqui em casa, como todos tem rinite, tem que ficar passando pano molhado o tempo todo.

Fabiola disse...

nem me fale... passei as férias de verão com frio... e agora de inverno com calor.....