quarta-feira, 4 de junho de 2008

Uma hora a coisa fede




Tenho fugido de posts políticos, mas as manchetes dos jornais de hoje, obrigam-me, como cidadão consciente e crítico, a falar.


A ex-diretora da ANAC, Denise Abreu, em entrevista concedida ao Estado de São Paulo, declara que houve pressão do governo para dar um "jeitinho" na venda da Varig. A notícia na íntegra pode ser lida aqui.


Pois bem, meus caros leitores, vamos às entrelinhas desta história toda.


O bagaço da Varig foi vendido a um grupo de empresários com nenhuma experiência no setor de transporte aéreo de passageiros e a um fundo de investimento americano, cuja face é do Sr. Lap Chan. Propostas de grupos sérios e de pessoas sérias, como a TAP, comandada por Fernando Pinto, foram todas recusadas.


No leilão da moribunda Varig, este grupo surpreendeu a todos comprando a Varig na bacia das almas. Passados alguns meses, a Gol compra a Varig e os antigos donos realizam um lucro extraordinário. Hum, qual o segredo deste milagre financeiro?


Não sei o segredo, mas agora a coisa começa a ficar mais clara e acho que a imprensa vai desvendar o que ocorreu. A compra da Varig pela Gol foi engendrada pelo Governo. Não tenham dúvida de que alguém do Palácio do Planalto deve ter ligado para o Nenê Constantino e dito algo do tipo: "Você comprou aquela bezerra do Roriz, e nós demos um jeito de livrar sua cara. Você não quer comprar a Varig e dar uma forcinha?"


Em termos econômicos, a compra da Varig pela Gol foi totalmente ilógica. Uma burrice tremenda. E quem pagou o pato? Os acionistas da Gol. A ação vem despencando no mercado. A Gol alegava que iria usar a bandeira Varig para trajetos internacionais, mas alguns meses depois, estas rotas foram desativadas. Passageiro internacional não viaja em carroça, viaja em avião bom e novo.


Se fosse acionista da Gol, acho que teria uma bela ação judicial de indenização contra os controladores e administradores da empresa pelos danos causados no negócio.


Mas há algo mais grave por trás disso tudo: o lucro que o fundo, ex-controlador da Varig, realizou. Ó dinheiro está no exterior, mas nas mãos de quem?


Bem que a Ministra Dilma Roussef poderia apresentar um dossiê sobre o assunto e esclarecer tudo, mas aposto que isto não vai acontecer. Vamos esperar para ouvir as desculpas por mais este episódio de falta de ética e malandragem deste Governo.


3 comentários:

Fabiola disse...

kkkkk

Vc é PSDB mesmo

Tâmara disse...

Eita que esse " jeitinho" me incomoda...viu! aff

M. Nilza disse...

Oi, menino!

Eu tbm tenho fugido e vez em quando me encontro escrevendo sobre isso..eu li e ... Sem comentários.

Beijos