quarta-feira, 18 de junho de 2008

Poesia: TULIPAS




TULIPAS


Delicadas
Aparentemente simples
Naturalmente belas
Singelas, escondem a complexidade
A raridade de uma jóia
Discretas
Cativam apenas o olhar atento
O olhar profundo que ultrapassa a superfície
E mergulha no âmago
No interior

Pétalas que se elevam
Em louvor ao céu
Em agradecimento pela vida
Celebram o momento
Intensas e vibrantes
Incomparáveis
Sutis
De presença notável
Sempre presente


(RLBF - 5 junho 2008)

3 comentários:

Lila Rose disse...

Adoro tulipas.
Linda tua poesia, amigo.

Bisous.

@na Tulipa disse...

Achei linda a poesia...
Coloquei na comunidade que criei no Orkut...
Espero por vc.
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=112037700

Am@ndita disse...

Prezado,

Precisava de um poema sobre tulipas p/ combinar com meus vasinhos... então, copiei o seu, mas coloquei a fonte, viu!?

Mto. obrigada e espero que não se importe!

Linda poesia!

Bjins