quinta-feira, 14 de maio de 2009

De onde vêm os sonhos?

A pergunta pode ser sem sentido e talvez tenha uma explicação científica plausível e lógica, baseada nas reações químicas do nosso cérebro que reproduzem imagens armazenadas na memória. Algum psicanalista – dependendo da corrente – diria que os sonhos são uma manifestação do nosso inconsciente, de traumas e anseios, de desejos e medos.

Quando uma criança faz a pergunta, a resposta fica muito mais difícil. Por que será que é difícil traduzir de forma simples coisas complexas de modo a que aquele que nos interroga compreenda e tenha acesso ao mundo complexo? Será que complicamos demais as coisas simples? A pergunta não é banal e expressa uma curiosidade natural e positiva de toda criança que descobre o mundo à sua volta. E sonha com este mundo. E quer realizar seus sonhos neste mundo.

Sonha com um cachorro de presente de aniversário, ou uma bola, ou uma bicicleta, ou um vídeo game, ou...

Sonhar não custa nada, já dizia a famosa letra do samba-enredo. Basta fechar os olhos e dormir. Muitas vezes, nem dormir é necessário. Toda noite compramos um ingresso para um filme que não sabemos o enredo, não conhecemos os atores, não temos ideia do que ele nos reserva. O sonho – aquele que acontece quando dormimos – é sempre uma surpresa. Seria bom se pudéssemos programar com o que sonhar. Ou talvez não!

Há pessoas que sempre nos visitam nos sonhos, de forma repetida. Há sonhos sem nexo, sem cor, sem som. Há sonhos que nos fazem suar, gritar e gemer. Há sonhos que causam arrepios e sonhos que causam prazer. Há sonhos que nos deixam angustiados e preocupados. Há sonhos premonitórios e visionários. Há sonhos de todos os tipos, mas eles nunca se repetem e, às vezes, acabam na melhor parte.

De onde vem os sonhos eu não sei, mas sei que sonhar é muito bom.

4 comentários:

Edna Federico disse...

Se é...sonhar é ótimo!
Eu sonho muito...meu marido nunca lembra dos sonhos.
Beijo

[ rod ] disse...

Sonhos são realidades imaginativas. São as sensações do não vivido... hoje e bem distante.

É temeroso e gratificante... um pouco do gracioso sonho.

Abçs meu caro,





Novo dogMa:
númeRo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Arth disse...

E sempre um misterio o sonhar. Dizem que ha de tres tipos: apenas cerebral, espiritual (enquanto se dorme e o espirito volteia livre), e o espiritual longinquo (donde podemos recolher ate resolucao para algum poblema pendente). Parece-me aceitavel esta versao; - mas pode nao passar de especulacao. Sei que do inconsciente (as vezes transformado) vem imenso, entanto continua uma incognita. Eu so tenho pesadelos, pra mim e uma chatice.

MALHA DYM disse...

Porque os sonhos nunca se repetem? É possivel eu sonhar a mesma coisa que outra pessoa na mesma noite? E qual o sentido dos sonhos em nossa vida?