quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Filosofia preguiçosa


Uma hora tudo acaba. Então, por que começar?

Nenhum comentário: